Petrobras divulga Sonda Alpha Star, da Constellation como líder de licitação

Jair Brasil Jair Brasil 4 de maio de 2019 0 Comments

Petrobras divulga Sonda Alpha Star, da Constellation como líder de licitação

maio 4, 2019Renato Oliveira

Petrobras muda classificação

Revisão do resultado que trazia seis sondas empatadas em primeiro lugar não “caiu” bem no mercado e revisão pela Petrobras inclui também sondas que haviam ficado de fora do primeiro resultado divulgado no início da semana

Depois de muitas críticas do mercado, devido a publicação de um empate sextuplo, na licitação do pool de sondas, a Petrobras decidiu revisar a classificação da licitação de uma ou mais sondas que vão operar em lâmina d’água de 2 mil metros.
A nova classificação divulgada pela petroleira traz a sonda semissubmersível Alpha Star, da Constellation, em primeiro lugar, com taxa diária de US$ 136 mil, valor que não leva em conta a mobilização.

Mas essa não foi a única novidade na revisão do resultado, a brasileira Petroserv teve duas de suas sondas, o navio-sonda Carolina e a semissubmersível Victoria, incluídas na nova lista de classificação.
Agora a nova classificação dos demais equipamentos ficou assim:(taxas diárias de US$ 139 mil

A Nova classificação divulgada pela petrobras

  • 2° e 3° lugares: semissubmersível Gold Star e o navio-sonda Amaralina Star, da Constelattion (taxas diárias de US$ 139 mil e US$ 160 mil, respectivamente);
  • 4° lugar: Norbe VI, da Ocyan (taxa diária de US$ 166 mil);
  • 5° lugar: Lone Star da Constellation (taxa diária de US$ 173 mil/dia);
  • 6° lugar: Catarina, da Petroserv (Ventura) (taxa diária de US$ 194 mil/dia).

A Petrobras surpreendeu com a divulgação da queda, da segunda para a sétima posição, do navio-sonda Laguna Star da Constellation, seguida pela West Tellus, da Seadrill, em oitavo lugar.
O Carolina e a Victória (Petroserv) ficaram com o nono e o décimo lugares, na frente da Deepwater Athena, da Transocean/Ocean Rig, e da Noble Danny Adkins e Noble Jim Day, ambas da Noble.

Não houve, porém alterações significantes no patamar das taxas diárias, que ficaram em torno de US$ 200 mil, com algumas mais próximas do teto de US$ 300 mil/dia.
Somente a oferta da Noble, para a Noble Jim Day, fugiu do patamar com a cotação de US$ 415 mil/dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X