Chevron conclui compra de refinaria na área de Houston da Petrobras do Brasil

Jair Brasil Jair Brasil 1 de maio de 2019 0 Comments

QUARTA-FEIRA, 1 DE MAIO DE 2019 / 17:38 EDT

Chevron conclui compra de refinaria na área de Houston da Petrobras do Brasil

FOTO DO ARQUIVO: Um sinal de posto de gasolina Chevron é visto em Del Mar, Califórnia, nesta foto de arquivo de 25 de abril de 2013.

REUTERS / MIKE BLAKE

(Reuters) – A Chevron Corp completou uma compra de US $ 350 milhões de uma refinaria no subúrbio de Houston, em Pasadena, Texas, da Petrobras, disse a Chevron em um comunicado.

A venda foi acordada em janeiro, mas a Chevron colocou a transferência da propriedade da usina de 112.229 barris por dia em 2 de abril, dizendo à Petrobras que ela teria que provar que a refinaria operaria como prometido, disseram fontes à Reuters.

A refinaria de Pasadena é a segunda na Costa do Golfo dos EUA para a Chevron, que tem sede em San Ramon, Califórnia.

PROPAGANDA

A Chevron queria que a refinaria processasse o petróleo doce proveniente de seus campos de petróleo na Bacia Permiana do Texas.

“Esta aquisição baseia-se na força dos nossos negócios existentes na Costa do Golfo, permitindo-nos fornecer mais do nosso mercado de varejo na região com produtos produzidos pela Chevron e nos posiciona para conectividade com nossos ativos de upstream na Bacia do Permiano”, disse Mark. Nelson, vice-presidente executivo da Chevron para jusante e produtos químicos.

Além da refinaria, a Chevron adquiriu a PRSI, uma subsidiária da Petrobras que opera a refinaria e possui a subsidiária PRSI Trading, que comercializa os mercados de produtos brutos e refinados. A PRSI possui uma fazenda de tanques de armazenamento de 5,1 milhões de barris e uma área adicional de 143 acres (58 hectares) ao longo do Houston Ship Channel.

A Chevron também opera uma refinaria de 352.000 bpd em Pascagoula, Mississippi.

A refinaria de Pasadena esteve no centro de várias investigações no Brasil de corrupção na Petrobras.

A companhia brasileira de petróleo pagou US $ 360 milhões pela metade da refinaria de Pasadena em 2006, mais de oito vezes o que seu antigo proprietário, a Astra Oil, uma unidade da Astra Transcor Energy controlada pela Bélgica, pagou pelo complexo um ano antes.

PROPAGANDA

Em 2012, a Petrobras havia investido US $ 1,18 bilhão, incluindo o custo de comprar a metade restante da Astra após uma disputa legal com a Astra.

(Reportagem de Erwin Seba; edição de Peter Cooney)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X