As boas novas para a construção naval Brasileira, obras e projetos encaminhados

Cristiano Silva Cristiano Rosa 16 de fevereiro de 2020 0 Comments

Últimos acordos fechados e projetos recentes para a construção naval brasileira, abre novo leque de oportunidades que já passaram da fase especulação e agora são fatos concretos
Novos ares para a construção naval do Brasil. Vários projetos fechados e latentes com grande potencial para geração de milhares de empregos e sobretudo, mostrar para os órgãos máximos do nosso país que esta indústria também merece atenção e mais investimentos. Nosso ex-parceiro, Renato Oliveira, que conseguiu recolocação profissional nesta área recentemente, exemplifica abaixo com mais detalhes:

Boas novas para a Construção naval Brasileira !
1) O contrato entre a Marinha do Brasil e o consórcio Águas Azuis que fará as 4 fragatas no estaleiro Oceana de Itajaí (SC) foi marcado para ser assinado em 4 de março deste ano.
O projeto é de U$ 1,6 bilhão (R$ 6,4 bilhões) e mais de dois mil novos empregos diretos e seis mil indiretos serão criados entre os 8 e 10 anos de obras.

2) O estaleiro Brasfels (RJ) depois de passar novembro e dezembro fazendo testes em soldadores, maçariqueiros, esmerilhadores e etc, iniciou o mês de fevereiro realizando convocações diárias para contratações. Lembrando que depois de muita negociação a Petrobras confirmou demanda para 4 das 28 sondas contratadas e canceladas pela Sete Brasil.

3) O estaleiro Jurong (ES) dará continuidade em outras duas sondas do mesmo contrato e aliado a integração do FPSO P71 que virá da China também tem previsão de gerar empregos em 2020.

Com o aumento da atividade offshore, obras de manutenção e modificações de embarcações de apoio que ficaram paradas anos aguardando contratos já se fazem presentes. No mês passado o estaleiro Mauá em Niterói terminou a modificação no PLSV Skandi Vitória da TechnipFMC para cumprir um contrato na África. Foram 300 vagas diretas criadas nas obras.

Fonte: click o petroleo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X